segunda-feira, 5 de julho de 2010

Meu Mundo


Sabe o meu mundo?

Ele parece uma rosa, sinto que me tocam com delicadeza
E me arremessam com fúria.
Sinto que me colhem, me plantam, me regam, e eu cresço instantaneamente.

Mais é uma rosa vermelha, pecaminosa, inconstante, vulnerável.
Todas as mão me tecem em um labirinto de pecados.

Meu mundo é pequeno, meus espinhos são os mais cruéis,
Parecem farpas, me cortam os punhos e me serra a alma, depois murcha me vetando a respiração.

Meu mundo é um vulcão em erupção.

E eu que pensava que era uma rosa.

Raiele Malta.


2 comentários:

  1. Gosto da forma como vê o mundo.

    ResponderExcluir
  2. Quando havia em mim ainda a inocencia de uma criança, eu também pensava assim, normal.

    Adorei esse post, :*

    ResponderExcluir